quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Como, contar que será reprovado na Escola. E não ser morto?






Uma garota tinha que entregar o boletim escolar para os pais dela e as notas ali não eram as notas do sonho de nenhuma mãe muito menos do pai. Ela usou a criatividade para contar a maravilhosa notícia.
Oi papai! Oi mamãe!
È com o coração partido, mas feliz da vida. Que eu digo para vocês que eu sai fora com o Dudu, ele é o homem da minha vida.
Estou absolutamente fascinada com as suas tatuagens, com aquele cabelo moicano, com aqueles ferros e piercings que ele coloca naquele corpinho maravilhoso. Entretanto. Tenho que lhes contar que não é só isso. O Douglas, aquele menino que vocês não gostam dele, ele está com a gente.
Portanto não se preocupem comigo. Já tenho 15 anos e sei me virar sozinha tá.
Com amor e carinho da sua querida filhinha.
Ah! Pai, mãe, isso é só uma brincadeirinha viu! Estou na casa da Mariana, só queria mostrar que há coisas bem piores na vida que estas notas que estão aí no boletim. Não se estressem não. No ano que vem eu me recupero.
Resposta dos pais:

Querida filhinha,

"Quando a sua mãe leu a sua carinhosa cartinha, ela passou muito mal e foi parar no pronto socorro. Você foi retirada do testamento e toda a herança será do seu irmão. Todas as coisas do seu quarto foram doadas para o pessoal do orfanato, cancelamos o seu celular e o seu cartão de crédito. Todos os seus Cd’s do NX0, do Justin Bieber, do Restart, do Cine, do Jonas Brothers, do Fiuk e do Luan Santana nós doamos para a Karina do segundo andar, aquela garota que você acha insuportável. Aquela mesma que no ano passado roubou o Rafinha, aquele seu namorado gatinho que até hoje você não esqueçe. Pode ir arrumando um bom emprego porque dinheiro daqui de casa já era.

Enfim, espero que você seja muito feliz na sua nova vida.
Nota! Filha querida, claro que tudo isso não passa de uma brincadeira. A sua mãe está aqui comigo assistindo Eu a Patroa e as Crianças e tudo está bem.

Só queríamos lhe mostrar que há coisa bem piores do que passar as próximas cinco semanas sem sair de casa, sem celular, sem Internet, sem vídeo game, sem televisão e, principalmente, sem ir à casa da camila. Tudo isso por causa dessas notas ridículas e, dessa brincadeira idiota que você fez com agente.


Edilson Rodrigues Silva